Newsletter

D. Maria Ana de Bragança

Suite Royal com vista

{Lisboa, 21 de Julho de 1843 – Dresden, 5 de fevereiro de 1884}

 

53 m2
Cama twin
Vista para a cidade
Capacidade: até 2 pessoas
Oferta de café e água durante toda a estadia.

Veja também as nossas outras Suites na categoria Suite Royal:  #39 Maria Benedita de Bragança, #44 Antónia de Bragança.


 

 


[GALERIA DE IMAGENS]



Conheça a Infanta D. Maria Ana de Bragança...


Maria Ana de Bragança foi Infanta de Portugal, filha da rainha D. Maria II de Portugal e do rei D. Fernando II e irmã de rei D. Pedro V. 

Casou-se com apenas 15 anos em 1859, com o então príncipe Jorge da Saxónia e futuro Rei, ganhando o título de Princesa-Hereditária da Saxónia.

Depois do casamento com o princípe Jorge da Saxónia, este não deixou uma boa impressão junto da família uma vez que mal se dirigia à noiva e não esteve presente numa ida ao teatro para a qual tinha sido convidado. Nessa mesma aparição, a princesa foi vista a chorar. Tiveram oito filhos, mas D. Maria Ana viveu num casamento infeliz, dado que o seu marido não correspondeu às expectativas e às qualidades da infanta portuguesa e da família da mesma.

Por volta de 1883, o seu filho mais novo, o príncipe Alberto da Saxónia, adoeceu gravemente, o que levou D. Maria Ana a cuidar dele durante vários meses até este recuperar. Este esforço acabaria por lhe ser fatal, morrendo de esgotamento, antes de o marido ascender ao trono da Saxónia. Foi sepultada na Catedral da Santíssima Trindade em Dresden, na Alemanha.

A rainha D. Estefânia, esposa do irmão de D. Maria, descreve-a como: "uma pessoa encantadora, boa, generosa, notavelmente ajuizada para a sua idade, sem o menor egoísmo, respeitada e amada por todos nós (...) Jorge da Saxónia achou um verdadeiro tesouro”.


Scroll to top